galdinoalves

poesias

Textos


FORRÓ DE MÁSCARA
E SEM ARROCHAR! - 165

Diga que eu já vou chegar,
Eu saí, mas já vou voltar,
Pois não vou me demorar,
Sem máscara eu? Nem pensar!
A minha eu vou já buscar.
Se quiser pode adiantar,
Bote o povo pra dançar,
Já é hora de começar,
Não pode o forró atrasar,
Nem tem hora pra acabar!


Pelo jeito só vão dançar xaxado.
A máscara não se deve tirar,
Assim como não se deve abraçar!

Barreiras-BA-26-02-2021
Antônio Galdino.
Antonio Galdino
Enviado por Antonio Galdino em 27/02/2021


Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras