galdinoalves

poesias

Textos


A LEI DO SEU LUNGA. 150

Quando o seu Lunga dizia,
Estou falando com tu,
Seu cabra levanta daí,
Ou quer caí no coro cru?
Se o cabra não levantasse,
Já via, não tinha perdão,
E o cabra se segurasse
Que caia no cinturão,
E se ele não se mijasse
Mas o seu coro ia pro chão!

Barreiras-BA-01-02-2021
Antônio Galdino.
Antonio Galdino
Enviado por Antonio Galdino em 02/02/2021


Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras