galdinoalves

poesias

Textos



108
A FOME DE DINHEIRO!

A derrota do humano
Que é movido a dinheiro,
É que ele sem, não faz plano,
Sua falta cria desespero
E atrapalha os sonhos seus,
Pois quando a fome lhe bate,
Não tem durão, se acabrunha,
Pois a dor no estômago arde,
E a falência é testemunha,
Aí só apelando pra Deus!

Barreiras-BA- 17-09-2020
Antônio Galdino.
Antonio Galdino
Enviado por Antonio Galdino em 18/09/2020
Alterado em 03/03/2021


Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras