galdinoalves

poesias

Textos



O POETA E O PALHAÇO!
83
Nem só de sonhos vive o ser poeta,
Nem só em fazer graça vive o palhaço,
O poeta quer cumprir mais de uma meta,
Tal qual o palhaço que quer espaço
Pra ser feliz sem precisar fingir,
Fingir é para o poeta fingidor,
Que de tanto fingir se acostumou
Fingir chorar e sem graça sorrir,
Não é vero o chorar sem sentir dor,
Mas finge o poeta quando quer fingir!

Barreiras-07-07-2020
Antônio Galdino.
Antonio Galdino
Enviado por Antonio Galdino em 12/07/2020
Alterado em 12/07/2020


Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras