galdinoalves

poesias

Textos


O LAVRADOR NA ROTINA DO LABOR

A galinha lá no terreiro canta,
O macaco no seu galho assobia,

E a criançada peralta não é santa,
Pinta logo no amanhecer do dia!

Na roça a vida é assim! Quanta alegria!
O lavrador no labor de rotina
Lá no centro da mata e sem patrão,
É assim que a vida dura se destina
Ao homem roceiro que planta o grão
Pra ter na mesa o gostoso pirão!

Barreiras-BA- 21-06-2020
Antônio Galdino.
Antonio Galdino
Enviado por Antonio Galdino em 21/06/2020
Alterado em 06/07/2020


Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras