galdinoalves

poesias

Textos


NEM ASSIM EU LHE QUERO MAL.

Você rasgou o meu caderno,
Nem assim lhe quero mal,
Nem lhe mando para o inferno,
Gostar ou não, já é normal.
Pode seguir seu caminho,
Eu já peguei a minha estrada,
Nela não estou sozinho,
Eu já tenho namorada,
Eu a chamo de meu benzinho
E ela diz está gamada!

Barreiras-BA- 21-05-2020
Antônio Galdino.
Antonio Galdino
Enviado por Antonio Galdino em 21/05/2020
Alterado em 22/05/2020


Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras