galdinoalves

poesias

Textos


CORONAVÍRUS MALDITO!

Fuja do vírus maldito,
Todo cuidado inda é pouco,
Com ele não facilito,
Eu não sou besta nem louco,
Já dispensei belas morenas,
Por saber das quarentenas
Que elas terão que passar,
Com chá e paracetamol,
eu nem sei se vai adiantar
com calma cama e lençol!

Barreiras-BA-18-03-2020
Antônio Galdino.
Antonio Galdino
Enviado por Antonio Galdino em 18/03/2020
Alterado em 20/03/2020


Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras