galdinoalves

poesias

Textos


25-COM O DESTINO NÃO SE BRINCA!
PP
O bem-estar exige cuidado,
Deve-se ter zelo com o destino,
Longe do azar, este é ferino,
Ele é traiçoeiro e é malvado,
Não perdoa e seu agir é repentino
Para com o ser despreparado.
Viver bem sempre foi desejado,
Mas jamais brinque com o destino!

Barreiras-BA-5-12-2017
Antônio Galdino.
Antonio Galdino
Enviado por Antonio Galdino em 07/12/2017
Alterado em 12/03/2019


Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras