galdinoalves

poesias

Textos


37-NÃO RESISTO À TUA SAUDADE...
PP
A distância de ti meu amor,
É um tormento para mim,
Torna-me um rio que já secou,
E eu não aguento viver assim!

Não resisto à saudade de ti,
A solidão bate forte,
Dói demais, isso eu já senti,
E me fez pensar que a sorte

Tenha se esquecido de mim,
Pois eu já não sinto alegria,
Parece-me que chegou o fim
Da vida que eu tato queria!

Todavia, se tu voltares,
Eu darei a volta por cima,
E com certeza aos milhares
De beijos e em outro clima.

Aí então, eu me tornarei,
O mais feliz dos namorados
E para sempre eu te amarei
Com o gás dos apaixonados!

Barreiras-BA-19-11-2017
Antônio Galdino.
Antonio Galdino
Enviado por Antonio Galdino em 19/11/2017
Alterado em 12/03/2019


Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras