galdinoalves

poesias

Textos



38-MANOEL VEM PARA PASÁRGADA...
PP 
Manoel, não dá Bandeira, eu te avisei!
Vem embora para Pasárgada,
Tu serás feliz e amigo do Rei,
Poderás escolher com quem transar.

Aqui em Pasárgada não tem fiscal,
E todo mundo é bom de blefe,
Mui amigo e aliado incondicional
 Do cara, é de pau, mas é o chefe!
 
O valor do teu silêncio quanto é?
Dinheiro, isso não vai te faltar,
Se tu ficares calado Manoel
Tem malas com malas a te esperar!
 
E tu serás bem recompensado
Com rentável cargo palaciano,
Pois o rei te quer como um aliado
Para ajudá-lo em cada plano.
 
Aí Manoel é correr para o abraço!
Querendo adular poderás tatuar
O nome do rei; no peito ou braço,
Com certeza vai dá o que falar!
 
Barreiras-BA-03-11-2017
Antônio Galdino.





 
Antonio Galdino
Enviado por Antonio Galdino em 15/11/2017
Alterado em 12/03/2019


Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras