galdinoalves

poesias

Textos


ORGULHO DE POETA!

A minha avó é poetisa,
E meu avô é um poeta,
Mesmo quando improvisa,
A sua rima é correta,
Bonita de cima a baixo,
Com ele o verso é quente,
Por favor, saia da frente,
Que o velho é “cabra macho”,
Mas não trova com escracho,
Pois é um poeta decente!

Disso sempre me orgulhei,
Pois os dois são bons demais,
Rimando vovô é rei,
Minha vó sabe o que faz,
Com a poesia ela me encanta,
E a quem ouvir vale a pena,
Tal música de cinema,
A sua trilha já vem pronta,
E se é vovó que canta,
A cena vira um poema!

Barreiras-Ba-16-09-2018
Antônio Galdino
Antonio Galdino
Enviado por Antonio Galdino em 16/09/2018
Alterado em 16/11/2018


Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras