galdinoalves

poesias

Textos


AS ARMAS DO POETA

Na trincheira da labuta,
Sem fuzil e sem baioneta,
As minhas armas nessa luta
São as poesias e a caneta!


07-01-2018
Antônio Galdino.
Antonio Galdino
Enviado por Antonio Galdino em 11/04/2018
Alterado em 29/04/2018


Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras