galdinoalves

poesias

Textos


107-EPIDEMIA DE MEDO...
PP
O medo tomou conta da gente,
E não é só no Rio de Janeiro.
Em qualquer lugar tem delinquente,
A toda hora, dia, o ano inteiro!

O meu medo já está em tudo,
Na rua, qualquer pessoa que me olha,
Causa-me medo, eu fico mudo,
E logo a minha roupa se molha!

E se penso que alguém vai me assaltar,
Entro logo em pânico, em sufoco,

Sinto cheiro de violência no ar

E corro gritando feito louco!

Ó meu Deus! O que foi mesmo que eu fiz?
E cadê a intervenção que não vem
Para pacificar logo este país
E proteger o cidadão de bem?

Barreiras-BA-22-02-2018
Antônio Galdino.
Antonio Galdino
Enviado por Antonio Galdino em 22/02/2018
Alterado em 13/03/2019


Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras