galdinoalves

poesias

Textos


12 - LONGE DA PESSOA AMADA
QUEM SUPORTA A SAUDADE?
PP
Eu distante da pessoa amada,
Eu sou alguém tristonho e solitário,
E assim navegando em meu fadário
Tal como nave desnorteada.

Eu vou amargando a triste sorte,
Em mar de águas turbulentas,
Pois não há cristão que suporte
As saudades como tormentas.

Mas se vejo a pessoa querida,
Eu dou adeus a minha fé morta,
Pois sei que chove em minha horta
E faz florir a minha vida!

Aí sim eu serei mais que feliz,
Pois se vai; à saudade e a solidão,
E deixa livre o meu coração
Para amar, ser amado e pedir bis!

Barreiras-BA-02-01-2018
Antônio Galdino.
Antonio Galdino
Enviado por Antonio Galdino em 03/01/2018
Alterado em 12/03/2019


Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras