galdinoalves

poesias

Textos


78-TETEIA...

Teteia, minha gatinha,
Ouça o que eu vou dizer,
Há dez minutos eu tinha
Carne fresca pra você,
Você não apareceu,
O gato veio e comeu
O seu rango, pode crer!

A culpa não foi minha,
Foi você que demorou,
Portanto, minha gatinha,
Desculpe-me, por favor,
Só me resta o plano “B”,
Fritar ovo pra você
Na manteiga, meu amor!


Teteia é minha gatinha de estimação.

Barreiras-BA- 26-07-2017
Antônio Galdino.
Antonio Galdino
Enviado por Antonio Galdino em 26/07/2017
Alterado em 25/01/2018


Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras