galdinoalves

poesias

Textos


AUTODEFESA DE ALGUÉM APAIXONADO

Um alguém apaixonado
Perde o ruma da razão,
Fala que não é culpado
E se alguém está errado
Isso é culpa da paixão.

Qual foi de vós nesta vida,
Que já não se apaixonou,
Não curtiu a pessoa querida
Numa paixão recolhida
E fez loucuras de amor?

Ele diz com orgulho ferido
Pois ninguém lhe compreende
Que ele num dia florido
Foi flechado por cupido,
E assim ele se defende.

Quem é que está curado
Contra o vício do amor?
Sempre há um apaixonado,
Curtindo o amor desvairado
Que a sua cabeça virou.

Além de ser paranoica,
A paixão pode nos cegar,
Tirando-nos da lógica
Com discurso e retórica,
Aí só nos resta amar e sonhar!

Barreiras-BA-31-12-98
Antônio Galdino.
Antonio Galdino
Enviado por Antonio Galdino em 06/03/2016
Alterado em 09/03/2016


Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras