galdinoalves

poesias

Textos


"MACHO VÉIO"
HOMENAGEM A BRÁULIO BESSA UCHOA.
POETA CORDELISTA
DAS BANDAS DO CEARÁ.

PV
Dentre tantos menestréis,
"Macho véio", eu fiquei fã,
De ti e dos teus cordéis
Cantados a cada manhã
Lá no Fátima Bernardes,
Que lindos! Quantas verdades
Tu as versejas com afã!

Pense num “cabra macho,”
“Poeta daquilo roxo!”
Nunca está por baixo
Não confia em bode mocho,
“Neim cara que tem chifre”
Dessa gente, Deus o livre,
Não que ele seja um frouxo!

Barreiras-BA-27-09-2015
Antônio Galdino.
Antonio Galdino
Enviado por Antonio Galdino em 27/09/2015
Alterado em 14/03/2019
Copyright © 2015. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras