galdinoalves

poesias

Textos



YPIÓCA, CACHAÇA DO CEARÁ!
 
(ALBUS QUERCUS Nº1)
PV
 Para assar minha sardinha,
 Vou puxar mais uma  brasa,
Ou melhor; pra eu destilar,
A nossa pura cachaça,
Conhecida YPIÓCA,
 Melhor cachaça da praça.
 
Ela é pura e genuína,
Produzida no Ceará,
Feita da cana-de-açúcar,
Para o mundo degustar.
Cuidado! Beba com calma,
Que é pra não se embriagar.
 
 É feita com muito amor,
É uma bebida forte,
Beba com moderação,
Pra quem vende, ela dá sorte,
Pra quem bebe, ela é quente,
Não se vá com sede ao pote!
 
 
Se  não és um bom pinguço,
 Não a tratar com carinho,
Terás no chão o  limite,
Pois a YPIÓCA mocinho,
Deixa o cabra-macho mole,
 De galo vira pintinho.
 
Mas se   sabes apreciá-la,
Ela é bebida de nobre,
Famosa no mundo inteiro,
Ao Ceará deu muito cobre,
 Muita grana de verdade.
Quem a faz  não  será pobre!
 
Quem teve a brilhante ideia
De destilar com  pureza,
Caldo de cana-de-açúcar,
 Transformar nessa beleza
Que é a cachaça YPIÓCA,
Foi um gênio com  certeza!
*

Luxsons é uma modalidade literária
 de autoria da poetisa Maria de Jesus A. Carvalho.

Barreiras-BA-12-05-2015
Antônio Galdino.



































































































 
Antonio Galdino
Enviado por Antonio Galdino em 13/05/2015
Alterado em 15/03/2019


Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras